Tomar um belo gole de água gelada é uma das coisas mais prazerosas que existem. Mas, será que essa sensação boa está ligada apenas à necessidade de hidratar o corpo?

Muitas pessoas acreditam que a água gelada mata mais a sede que aquela em temperatura natural. Por outro lado, há poucos anos, circularam algumas matérias sugerindo que beber água gelada faz mal ao organismo. Afinal, o que é mito e o que é verdade?

Por que ficamos satisfeitos ao tomar água gelada?

Antes de mais nada, é preciso esclarecer que este é um tema ainda pouco estudado. Porém, de acordo com um artigo do The New York Times, pesquisas recentes encontraram algumas respostas para esta questão.

Cientistas da Universidade da Califórnia e do Instituto Tecnológico da Califórnia realizaram um estudo sobre os mecanismos da sede. Os resultados dos testes foram publicados na revista especializada Neuron.

O que os cientistas descobriram? Utilizando mamíferos, analisaram os sistemas neurais para entender a relação de satisfação e saciedade.  Assim, concluíram que não há uma conexão entre  recompensa e monitoramento da ingestão de água.

Se os sistemas trabalham de forma independente, o que causa a sensação de satisfação com a água gelada?

Você tem sede de que?

água gelada

Para os mamíferos, bem como para muitos outros organismos vivos, a hidratação é uma prioridade. Logo, há diversas maneiras de monitorar a quantidade de água em seus corpos. Estudando esse mecanismo em mamíferos, neurocientistas notaram que o ato de beber qualquer líquido manda o sinal de saciedade.

Beber água gelada ou não, ou até mesmo ingerir óleo, convence o cérebro de que o corpo matou a sede. O corpo controla a presença de líquido no intestino e avisa ao cérebro quando é hora de sentir sede.

Tentando entender a relação entre saciedade e satisfação, um outro experimento injetou água diretamente no estômago dos mamíferos. Apesar de matar a sede, por outro lado, não trazia satisfação. Da mesma forma, acontece com um paciente que se hidrata por meio de uma sonda. Não se sente sede, do mesmo modo que não se sente prazer.

Agora, imagina você bebendo um gole de água gelada depois de uma atividade física cansativa? Você sacia a sede e definitivamente se sente bem, com uma onda de bem-estar. Existe uma substância liberada pelo nosso corpo chamada dopamina, e ela é responsável pela sensação de prazer.

Os cientistas concluíram que a dopamina liberada ao beber água está vinculada ao comportamento de beber. Não é a hidratação em si que dá a sensação de prazer. De acordo com o estudo, seria o sentimento físico do gole.

Realizamos essa atividade tantas vezes ao longo da vida, que virou um comportamento adquirido. Logo, a simples percepção de que estamos bebendo água libera a dopamina e dá a sensação de prazer.

Entendemos então que matar a sede e ficar satisfeito por estar bebendo água gelada são coisas diferentes. Assim, o nosso corpo entende de maneira diferente também.

Afinal, água gelada ou natural?

Na verdade, essa é apenas uma questão de preferência. Como abordamos ao longo do texto, não existem estudos que comprovem que água gelada mata mais a sede.

A água em temperatura natural não oferece qualquer risco à saúde, a não ser em quantidades excessivas.

Definitivamente, em estações mais quentes, ingerir líquidos refrigerados ajuda a regular a temperatura corporal. É preciso ter cautela com água muito fria, para preservar a garganta e evitar um possível choque térmico.

O importante é sempre se manter hidratado e manter um equilíbrio entre seus hábitos. Se você é amante de água gelada, pode contar com a facilidade de um purificador com compressor em sua casa.

Já conhece a nossa linha de refrigerados? Então, aproveite para dar uma olhada e encontrar o modelo ideal para você!